Chinoiserie: influência asiática no estilo Luís XV

O “chinoiserie” – palavra francesa intitulada para a reprodução dos estilos chineses na arte francesa – caiu no gosto dos franceses. Porém, na arte da decoração, os móveis Luís XV eram caracterizado pelo rococó – artesanato marcante da marcenaria do século XVIII na França. Os defensores desse estilo produziram uma decoração rococó requintada para diversos interiores de casas pertencentes à realeza e à nobreza durante todo o reinado de Luís XV. No entanto, profissionais do ramo mobiliário trabalharam juntos na criação dos móveis, tanto para criar uma variedade de adornos de estilo rococó. Também, empregaram novas técnicas, principalmente, inspiradas pela fascinante cultura asiática. Essa harmonia entre os profissionais da época ganhou ênfase, de modo que pintores e escultores passaram a fazer parte das artes decorativas.

O estilo rococó se tornou a principal marca no design dos móveis do reinado Luís XV. Mas, os artistas do ramo mobiliário estavam incumbidos a aprimorar e desenvolver novas técnicas para os móveis de estilo Luís XV.

 

Guilda: associação de lojas de móveis do período Luís XV

Guilda é o termo originalmente criado para designar associações profissionais na idade média. Era ela quem controlava cuidadosamente por numerosas regras e regulamentos rígidos a fabricação de móveis do período Luís XV.  A produção exigia esforço conciliado a um conjunto de artistas e artesãos treinados de acordo com as práticas estritamente aplicadas pela guilda.

O estabelecimento de associações de móveis levou a um artesanato de móveis incomparável. Isso, integrado com o significado histórico desse período do mobiliário, faz do mobiliário Luís XV algumas das peças mais procuradas da atualidade. Por exemplo, a cômoda bombê, além de ser um móvel imponente é extremamente útil e elegante.

 

As técnicas decorativas do estilo Luís XV

Toda a variedade de riqueza em técnicas decorativas é representada no período Luís XV – escultura luxuosa, ornamentação em todos os tipos de metal, trabalho marchetado em madeira, madrepérola e marfim, bem como o auge da técnica de pintura laqueada das artes chinesas. Madeiras raras, mármores ricamente lapidados e coloridos também foram importados e usados para efeitos suntuosos nos móveis do estilo Luís XV.

Os móveis Luís XV combinam utilidade com elegância. A cadeira Luís XV, por exemplo, tem pernas curvas, arranjos florais esculpidos, assentos e encostos confortavelmente estofados, contudo não perdem em nada no design luxuoso da peça. Além da natureza e das artes decorativas orientais, a originalidade teve grande protagonismo nos motivos adornados, com animais inusitados e paisagens exóticas que envolvem todo o material dos móveis.

A arte de lapidar atingiu seu apogeu neste período, competindo inclusive com objetos do Extremo Oriente. Em seus extremos, o estilo rococó tornou-se deliberadamente assimétrico. Embora sempre planejando manter um equilíbrio harmonioso dentro do projeto mais amplo de decoração. Na época do reinado de Luís XV, era moda cada casa ter pelo menos dois conjuntos completos de móveis: um para o verão e outro para o inverno.

 

Chinoiserie: a influência asiática no período Luís XV

O contato e o comércio com países asiáticos como a China e o Japão trouxeram muitas influências para a Europa. Por exemplo, escrivaninha, vasos, leques e painéis de estilo asiático eram motivos extremamente populares para decoração. Do mesmo modo, tecidos e tapeçarias com temas chineses também foram itens muito procurados e incluídos em muitos designs.

Os artistas franceses, no reinado Luís XV, ocidentalizaram temas tradicionais influenciados pelo estilo das artes chinesas. O resultado foi um novo estilo chamado “chinoiserie”. Os profissionais do ramo mobiliário adotaram a laca para o acabamento das peças, que era, na época, um método de pintura de móveis na China.

Atraídos pelo “chinoiserie”, a China estava na moda, os temas e assuntos chineses eram vistos em várias criações francesas: arquitetura, mobiliário, artes decorativas, esculturas de bronze, tecidos e até mesmo o paisagismo.  Ilustrar e descrever a vida na China era a inspiração para as obras francesas.

O rei Luís XV adorava móveis laqueados, porcelanas e papéis de parede chineses. Essas decorações chinesas eram presentes nos interiores do palácio. Por outro lado, Luís XV propriamente dito incorporou influência puramente francesa, baseando-se sobretudo no estilo rococó do período barroco.

Console Luís XV

Console Luís XV

Já ouviu falar sobre o console? Uma mesa sem pernas e com gavetas, hoje em dia podemos encontrá-lo adaptado ao nosso tempo e é comumente chamado de aparador. Essa mesa de console era a tendência da época na Itália do século VII. Os franceses continuaram a moda desses consoles fabulosos durante o reinado de Luís XIV. Eles foram uma das expressões de maior sucesso, que eventualmente se tornou popular na Inglaterra e em outras partes da Europa.

A imaginação é o ponto de partida deste estilo decorativo, em que pedras e conchas, flores e folhagens, constituem o motivo dominante. Distanciando-se dos estilos clássicos, este período criou um estilo ornamental completamente novo e original, o estilo Rococó. É o maior de todos os tempos para o mobiliário francês, este foi um período de criatividade única e foi influenciado pelas amantes reais. As grandes suítes mudaram para espaços menores e mais íntimos.

Os consoles ganharam pernas e tornaram-se práticos e fáceis de mover, sem perder nada de sua elegância.

 

O design da mesa de console

A mesa e o console foram projetados para serem colocados contra uma parede, geralmente na frente de um espelho, e fornecem uma maneira de exibir objetos de arte. Era uma das peças de mobília mais ricamente decoradas do início do período Luís XV. Normalmente feito de madeira entalhada, pintura dourada e rodeado de rococó. Rococó era um estilo francês de decoração exuberante com abundância de curvas, contracurvas, sinuosidades e elementos da natureza modelados, (geralmente na forma de conchas e folhagens) que apareceram em móveis e decoração de interiores durante o primeiro reinado de Luís XV da França. As mesas de console geralmente eram cobertas por um tampo de mármore colorido.

As mesas de console Luís XV são elegantes em qualquer formato. Essas peças garantem aquele visual sóbrio francês para um quarto clássico ou ser uma peça ilustre de destaque em um interior sofisticado.

 

Mobiliário característico Luís XV

Caracterizada por formas curvas, leveza, conforto e simetria, a mobília Luís XV foi projetada não para os amplos salões do palácio de Versalhes, mas para os cômodos menores e mais íntimos criados por Luís XV.

Geralmente, a mesa de console era fixada em uma parede com um espelho acima e uma nobre poltrona Luís XV, especialmente para as mulheres arrumarem suas madeixas e aplicarem a maquiagem no rosto. A mesa de console Luís XV eventualmente evoluiu e recebeu pernas adicionais para torná-la mais parecida com uma mesa. Sem perder nada de sua elegância, agora esse mobiliário versátil tornou-se útil e de fácil movimentação.

Durante o reinado de Luís XV, a mesa do console atingiu o auge da moda. Com suas aparências exageradas e excessivamente dramáticas, eram frequentemente consideradas mais uma parte da arquitetura do que apenas uma peça de mobiliário. Um console é uma peça tão impressionante que serve como o destaque de uma sala inteira.

 

O sucesso da mesa de console

Essa peça francesa é o sonho dos designers porque qualquer canto do interior pode ser decorado com esta incrível peça de design. Muitas vezes, a mesa do console Luís XV era feita de madeira mais clara ou pintada com tons neutros para criar uma estética muito mais suave e arejada.

A prova de que a mesa de console Luís XV funciona em uma variedade de estilos de interiores. O console francês é muito versátil e pode ser bem-sucedido em qualquer cômodo da casa. Tente substituir um simples balcão de cozinha por um console francês clássico. O tampo de madeira ou mármore daria uma ótima mesa de preparo.

Realmente a típica mesa de console era bem ornamentada com muitos florais e folhagens complexas esculpidas, design arqueado, pernas cabriolet e tampo de mármore. Este console francês com pintura encorpada é a personificação do conforto e elegância, porém charmoso e digno de um típico castelo. O console ou aparador (como é conhecido atualmente), é uma peça chave e pode ser repaginado e adaptado capaz de enriquecer a decoração de qualquer ambiente.

Mobiliário Luís XV: um estilo nobre repaginado

Você pode ser um apreciador dos ornamentos do estilo Luís XIV ou quem sabe, amar a mobília com linhas simples e refinadas de Luís XVI… a mobília com traços franceses permanece tanto em estilo hoje quanto no reinado dos “reis da mobília” – Luís XIV, XV e XVI. Principalmente, o mobiliário estilo Luís XV que se tornou o mais famoso entre os três estilos.

De um certo modo, essas peças características do estilo Luís XV se encaixam perfeitamente com nossos móveis contemporâneos. Na verdade, a personalidade das peças dessa época torna seu ambiente um lugar interessante para se estar. Nesse caso, não tenha medo de adicionar um pouco do estilo Luís XV à sua vida cotidiana!

 

Ornamentos característicos do reinado Luís XV

A ornamentação típica do estilo Luís XV incluía linhas curvas, temas exóticos, flora e fauna combinados com tema orientais e rostos femininos, flores e formas sugestivas de rochas e conchas. Pombas e golfinhos foram os motivos de animais escolhidos. Eram comuns, buquês de flores e guirlandas, rodeados por uma vegetação delicada. A assimetria era devidamente agradável.

Nos temas orientais que invadiram a decoração figuras moviam-se graciosamente por paisagens imaginárias. A ornamentação de bronze considerável era uma parte essencial de alguns itens. A marchetaria de flores era satisfatória.

 

Criação de novas mobílias no período Luís XV

Neste período surgiram novos componentes para a decoração. Mesas de jantar, redondas ou ovais foram usadas com uma toalha de mesa até o chão. No design da cadeira, ricos florais esculpidos e curvas com formatos elegantes que parecem se movimentar. A cadeira Luís XV mais famosa é a begère.

Em regra, as mesas possuíam pernas “cabriolet”. Em todos os tamanhos, essas mesas são distintas e também versáteis. Para os quartos foram agregadas as mesas de cabeceiras.

O sofá Luís XV foi sendo cada vez mais apreciado. Seu formato, podia se dizer, aparentava uma grande poltrona. A maioria dos sofás da época eram feitos para serem aproveitados por três pessoas. O modelo de sofá mais requerido era em forma de cesta.

Pouco a pouco, conforme a necessidade de uso, foram sendo criados novos itens: mesas de trabalho (costura), escrivaninhas com abas ou com sistema de rolagem e até mesmo as mesas de jogos. Também foram fabricados móveis femininos como as penteadeiras, as cadeiras com braços e as poltronas com assentos apropriados.

 

Mobiliário Luís XV repaginado

O design do estilo Luís XV é capaz de se transformar e funcionar muito bem na decoração contemporânea. Os tecidos e acabamentos modernos oferecem um toque eclético ao ambiente. No entanto, o charme da cadeira Luís XV, com suas curvas e os rococós esculpidos à mão, suaviza o visual da decoração de uma sala moderna. De qualquer forma, é um privilégio desfrutar desse estilo nostálgico tão encantador.

O fato de adicionar móveis inspirados em Luís XV combinados com suas peças inovadoras de linhas retas é simplesmente interessante. Cria aquele elemento necessário e ousado que torna o seu espaço inusitado, elegante e com sua personalidade.

 

Quarto ao estilo Luís XV

Sem dúvidas, um lugar fabuloso para uma decoração com a influência do estilo Luís XV é o quarto. O estilo francês cria um cômodo adequado para a realeza. A elegância da cama Luís XV é mostrada nos detalhes finos às pernas delicadamente torneadas e ornamentos esculpidos nas colunas. Embora, a elegante cama, pode ser combinada com mesas laterais de última geração e roupas de cama novas e requintadas que, juntas, dão um visual novo e fresco ao charme do velho mundo.

A mobília Luís XV existe há mais de dois séculos e ainda mantém seus traços típicos. Dessa forma, consegue combinar sem esforço com a maioria dos estilos. Portanto, se o seu quarto precisa de uma peça de destaque experimente adicionar um móvel Luís XV, como uma cadeira de apoio, por exemplo, lindamente ornamentada e estofada em um tecido floral contemporâneo.

Cadeira Luís XV
Cadeira Luís XV

O Charme do Rococó nos Móveis Luís XV

O estilo do reinado de Luís XV surgiu como uma vitalidade renovada no design de móveis franceses. A solenidade dos últimos anos do reinado de Luís XIV deu lugar primeiro a um período de transição, o estilo Regência.

Arranjos um tanto sofisticado, Regência combinou apenas elementos do período anterior com traços do novo estilo, o Rococó, com os principais motivos decorativos da época – pedra e concha. Assim que o novo rei, Luís XV, atingiu a maioridade, a exuberância da juventude se refletiu pouco a pouco em todas as artes decorativas.

 

Decoração Rococó e o Estilo Luís XV

O período Luís XV, considerado mais longo, teve seu estilo dividido em duas partes: o Rococó e o próprio Luís XV. O estilo do período Luís XV é marcado por uma maior flexibilidade nas linhas de móveis, o uso mais constante de esculturas ornamentais de cobre, detalhes rococós e a harmonia irregular das peças selecionadas. O cobre desempenhou um grande papel na ornamentação de obras de marchetaria colorida.

Assimétrico, gracioso e imponente. Um estilo refletido nos contornos suntuosos e nas curvas S e C exuberantes nas decorações das molduras dos espelhos. Em geral, no período Luís XV, todas as peças de mobiliário forma feitas em menores proporções e mais pessoais. Cadeiras Luís XV e sofás foram projetados para oferecer conforto e luxo. Como os espelhos, a mobília era fortemente dourada e ricamente decorada com muitas decorações exóticas e motivos orientais.

 

Estilo Rococó: o mais representativo

Embora às vezes levasse sua extravagância longe demais, o rococó era um estilo menos contido do que o seu antecessor, Luís XIV. Por vezes mais elegante e, em alguns aspectos, mais gracioso. Cenas pastorais eram usadas na decoração, assim como detalhes rococó, flores naturais, cestas e efeitos de fita e renda. Portas e armários da cozinha tinham o veio da madeira cruzando na diagonal e eram frequentemente folheados. Placas de porcelana eram muito usadas para enriquecer armários ou escrivaninhas.

Desenvolvido na França, com muito pouca influência de fora, o estilo Luís XV propriamente dito, entretanto, foi construído sobre o estilo Luís XIV. Era um estilo caprichoso e exuberante, com o uso de curvas em escala muito maior e detalhes rococó.

Realmente, o rococó era o motivo decorativo dominante, usado assimetricamente, ou, se preferir, em uma espécie de simetria “irregular”. Era usado em combinação com efeitos de fita e renda, flores e cestos, conchas, e outros temas orgânicos. Esses detalhes ornamentais foram usados ​​com exorbitância na carpintaria de interiores. Os móveis eram projetados para se adaptarem com os detalhes ornamentais.

Perto do final do reinado de Luís XV, houve uma leve reação em direção a uma maior simetria e simplicidade, prenunciando o estilo Luís XVI.

 

O material e o desenvolvimento do mobiliário

A mobília Luís XV era feita de vários tipos de madeira, incluindo mogno, bem como cerejeira e madeiras mais comum pintadas e douradas. Todas as peças maiores foram adornadas com bases de cobre e apliques esculpidos, a maioria exibindo um excelente acabamento.

Além das cadeiras estofadas, havia muitas outras peças dignas de serem notadas, como as grandiosas mesas de jantar de pernas curvilíneas, mesa de canto redonda e com detalhes em marchetaria, consoles entalhados, armários e cômodas decoradas.

O boudoir foi desenvolvido como uma espécie de sala de recepção informal, onde grande habilidade foi exercida para o desenvolvimento do mobiliário e de sua decoração. Telas com molduras entalhadas e douradas cercadas por tapeçarias florais e figuras especialmente tecidas.

Em conclusão, os detalhes do estilo rococó eram assimétricos, mas o efeito geral não era, era um equilíbrio de elementos. Durante o período Luís XV, o conhecimento e as habilidades demonstradas no ornamento das curvas atingiram um nível nunca visto em nenhum outro estilo na história da arte.

Mobiliário Luís XV: o sucessor do estilo Regência

O mobiliário estilo Regência teve seu marco na decoração de interiores, mesmo sendo por um curto período – com início em 1715 e deixando seu reinado no ano de 1723. No entanto, esse estilo clássico serviu de inspiração para seu sucessor, Luís XV.

Por outro lado, o mobiliário Luís XV se concentrou mais no movimento de liberdade nas formas. Rompendo com o estilo antigo ou clássico, este período inventou um repertório ornamental totalmente inovador e original, o estilo Rococó.

 

Luís XV e o Estilo Rococó

Rococó é a expressão mais marcante do estilo Luís XV. O termo foi aplicado pela primeira vez à base em forma de rocha com objetos feitos de bronze ou cerâmica, e o termo pouco a pouco se estendeu… começou a ser aplicado em produções de diversas formas distintas e definiu um estilo de ver e sentir.

A assimetria influenciou o conceito do mobiliário Luís XV com formatos de linhas muito curvas e sinuosas. Também, na decoração de interiores eram muito comuns espelhos e grandes tetos brancos com uma rosácea central decorando o cômodo principal.

Marchetaria, bronzes, madeira esculpida e trabalhos em metal compartilhavam os motivos decorativos, como os temas trazidos da flora e da fauna. As conchas, que eram usadas com frequência, foram cada vez mais sendo remodeladas e reinventadas. As flores eram estilizadas – em buquê ou guirlanda –  e estavam presentes por toda parte, rodeadas por folhagens também estilizadas e muitas vezes douradas. Folhas de acanto foram fortemente misturadas com todos os motivos Rococó. Símbolos de amor, caça, música ou artes pastorais eram igualmente usados ​​com frequência.

Conhecido pelo uso rigoroso das curvas e o uso excessivo de ornamentos, o estilo Rococó reinou nos interiores parisienses de 1730 a 1735 e foi interrompido entre os anos de 1745-1750.  Neste período se desenvolveu um novo estilo intermediário entre o rococó e o clássico, de onde os ornamentos neoclássicos apareceram organizados de maneira fortemente simétrica.

 

O Distinto Mobiliário Luís XV

Certamente, o estilo Luís XV estabeleceu o maior período de fabricação francesa de móveis. Os materiais usados ​​eram bastante variados e as técnicas eram notáveis.  Logo, os móveis se tornaram mais versáteis ​​e práticos, com formas que se adaptavam a todos os usos.

Durante o período Luís XV, as formas sofreram diversas variações. Para satisfazer ocupações distintas e passatempos requintados, todos os tipos de pequenas peças de mobiliário foram arquitetados com atenções precisas: mesas de café ou de trabalho, penteadeiras e mesas de cabeceira. Consoles, cadeiras e sofás feitos de madeiras nobres eram confeccionados artesanalmente com variações diversas.

Penteadeira Luís XV
Penteadeira Luís XV

Estilo Luís XV: formas e cores na decoração

A ornamentação Luís XV é muito famosa pelo seu movimento fantástico caracterizada pelo uso de linhas curvas, rococó, além de um gosto articulado por motivos florais assimétricos, temas exóticos e vida exuberante. A linha curva, que dava a impressão de movimento, era usada abundantemente.  O mobiliário Luís XV possui linhas em formas de “C” ou “S”, embora suavizasse formas e motivos, não desviava uma certa estabilidade de um  design  gracioso.

A diversidade de formas demandou uma variedade de materiais. Marchetaria com várias cores surgiram ao lado da madeira com folhas de ouro usada para consoles, recamier e espelhos elegantes. A partir dessa época começaram a incluir outros tipos de acabamentos, como reproduções de lacas vindas do Extremo Oriente.

Bronzes e inúmeros apliques em móveis estiveram muito presentes na decoração de interiores do reinado de Luís XV. Assim como a folha de ouro, o bronze dos móveis costumava ser usado para proteger e também decorar, porém eram mais comumente envernizados com a folha de ouro. Tampos de mármore combinavam com as formas sinuosas das fachadas e foram acrescentados no mobiliário enfatizando com toques suntuosos o bronze dourado na decoração.

Cômoda Bombê Luís XV

O Estilo Luís XV e a Elegância das Cômodas

Luís XV reinou de 1715-1774 – período que revigorou a mobília francesa e deu uma nova vida ao antigo estilo barroco. O estilo Luís XV é geralmente composto de duas partes: O período Rocaille ou Rococó (1720-1755) e Luís XV propriamente dito (1750-1774). Ambas as formas compartilham muitas semelhanças, motivos e inspiração.

Poucos estilos tiveram tanta influência ao longo dos séculos como o de Luís XV. A feminilidade desse estilo contrastava fortemente com as características masculinas representadas pelos móveis Luís XIV.

Os principais ornamentos usados ​​para entalhar móveis e outras peças da época eram as formas de pedra e concha, respectivamente. Embora os móveis barrocos atendam a um design robusto, os detalhes ornamentados do Rococó eram propositadamente femininos e românticos. Eles são mais elegantes e dão menos ênfase à simetria.

 

Privilégios do Jovem Rei Luís XV

Luís XV era famoso por sua beleza e charme. Por esse motivo, ele se tornou o favorito de seu avô Luís XIV, bem como do duque de Orleans. Ambos o privilegiaram com uma mesada ilimitada que o jovem rei gastava à vontade.

O rei da França teve um gasto significativo de parte dos custos do Estado com as artes decorativas. Suas verbas são uma das razões pelas quais os móveis Luís XV alcançaram a dimensão de qualidade e beleza.

 

Regras de Qualidade dos Móveis Luís XV

Regras e regulamentos rígidos controlavam cuidadosamente o design de móveis. A produção exigia o esforço em conjunto de um grupo de artistas e artesãos especializados de acordo com as práticas estritamente aplicadas.

Estabelecimentos de associações de móveis levaram a um artesanato de móveis incomparável. Isso, junto com o significado histórico desse período do mobiliário, faz das peças Luís XV algumas das peças mais procuradas da atualidade.

Materiais Nobres

Geralmente, os artesãos usavam uma variedade de madeiras nos móveis Luís XV, desde as mais exóticas às mais comuns. Molduras de faia, mogno e cerejeira eram as mais usadas, assim como madeira de tulipa, pau rosa, bordo e amaranto.

As peças Luís XV mostram alguns dos mais belos exemplares de marchetaria da história do mobiliário antigo. Grandes peças de mobiliário também adotavam suportes de metal primorosamente trabalhados e apliques esculpidos. Cores atraentes e madeiras mais comuns cobertas de dourado. Painéis e portas revestidos de folheado, assim como em ângulos de cômodas e armários.

 

Características do Mobiliário Luís XV

Projetado para o conforto e a exaltação da mulher, esse estilo se destaca na história do mobiliário. Romance e beleza, elementos básicos da cultura francesa, unem-se nos temas lúdicos dos períodos Rococó e Luís XV.

Esculturas decorativas de metal, peças de tamanho menor, linhas graciosas, detalhes rococó e falta de simetria definem os móveis Luís XV. Eram frequentemente descritos como caprichosos, intensificando peças anteriores de Luís XIV, embora com mais curvas. Cupidos, motivos musicais e buquês evocavam mais sentimentos de romance e fantasia. Apesar dos desenhos em Luís XV sejam mais fantasiosos e leves do que Luís XIV, alguns dos ornamentos eram quase excessivos.

Cadeiras, mesas laterais, consoles, armários e cômodas eram peças populares durante esse período.

Mesa Lateral Luís XVAs Elegantes Cômodas Estilo Luís XV

As cômodas no estilo Luís XV são baús curvos repletos de designs ornamentados. Elas continuam sendo uma das peças não modificadas de mobiliário essenciais deste período. As cômodas do período barroco, tinham pés mais curtos, ainda estavam em uso na época. Após, surgiu um novo modelo de cômoda com gavetas ocultas atrás de duas outras portas, era um pouco mais alta do que uma cômoda normal.

A versatilidade das cômodas proporcionou para que essa peça fosse usada em outros cômodos da casa e para diferentes fins. Elas foram utilizadas em quartos, ​​como mesinhas de cabeceira e, possivelmente, como peças para armazenar itens da sala de jantar.

As cômodas bombê costumavam ser decoradas nas gavetas com um design contínuo em marchetaria que envolvia todas as gavetas.

Estilo Luís XV e a Famosa Poltrona Bergère

O estilo Luís XV marca uma divisão nítida com todos os estilos do passado, no que diz respeito ao mobiliário, que se transforma em arte, e à decoração. É um estilo original, que não se inspira na antiguidade, mas procura novas formas, dando seguimento à pomposa representação não convencional do Rococó.

Um modo de vida apurado, a fascinação pelo excêntrico e pelo singular foram destacados com a ascensão ao trono de Luís XV. Amante da arte e da arquitetura, assim como a sensualidade, tanto que sua esposa Maria Leszczyńska, bem como a sua famosa amante – a refinada marquesa de Pompadour – desempenharam um papel importante em ditar o gosto estético dos mobiliários da época.

 

Os Aposentos do Palácio de Versalhes

Mesmo antes de ser coroado, Luís XV transferiu a corte de volta para Versalhes, onde restabeleceu todos os cerimoniais e etiqueta que vigoravam na época de seu bisavô, o Rei Sol. Luís XV renovou o Petit Appartement du Roi, uma coleção de quartos para uso pessoal, localizados no primeiro andar do palácio, na parte mais antiga do palácio que continuam a ser o melhor exemplo do estilo da época.

Outro espaço exemplar do estilo Luís XV é representado pelos aposentos da Marquesa de Pompadour, localizados no sótão acima dos aposentos oficiais do rei. O quarto, projetado pelo arquiteto do rei é intimista e aconchegante.

 

Características do Estilo Luís XV

As características do estilo Luís XV encontram-se nas referências decorativas do Rococó. Tendo se tornado tendência durante o período da Regência, o Rococó triunfa durante o reinado de Luís XV, especialmente nos anos de 1723 a 1760, onde teve início um período de “transição” para o estilo Luís XVI. A decoração entra em associação com os elementos estruturais, as artes fundem-se em uma só harmonia, flexível e sensual. A influência da China e a Índia apresenta o bom gosto por decorações orientais e exóticas.

Os carpinteiros e marceneiros são cada vez mais procurados e começaram a assinar as suas obras, colocando uma marca referência, com a condição de artistas. Os móveis eram feitos de carvalho maciço ou faia e decorados com diversas técnicas.

 

A Famosa Poltrona Bergère

A poltrona Berger era uma peça da moda que integrava as decorações no estilo Luís XV. Bergère, que significa cadeira de pastor, é uma poltrona totalmente estofada com lados fechados, projetada para um descanso confortável. Em uma cadeira do tipo Bergère, geralmente há detalhes acolchoados nos apoios de braço. O assento contém uma almofada solta, o encosto pode ter acabamento com costura capitonê para uma decoração mais luxuosa.  O design é mais profundo e amplo do que o de uma poltrona tradicional.

A estrutura da poltrona Bergère era feita de madeiras locais, como faia, carvalho ou outras árvores frutíferas, eram usadas para armações da peça. Por causa de seu custo, as armações de mogno eram raras.

As poltronas Bergère pode ser usada para longos períodos de descanso. O design envolvente oferece conforto e relaxamento, além de criar um ambiente sofisticado e acolhedor. E ainda, para obter maior comodidade, a combinação da poltrona com um puff clássico é perfeita!

Poltrona Bergère Capitonê e Puff Clássico Luís XV

 

Estilo Luís XV Hoje

A delicadeza e a graça do estilo Luís XV lhe garantiram uma duração que nem se compara a outros estilos antigos. Os artesãos e designers de todos os séculos se inspiraram neste estilo, desde o princípio. Luís XV continua a ser um estilo essencial de muitos estilos de design de interiores.

Os móveis Luís XV são famosos e imensamente versáteis, mesmo na atualidade. Não só isso, mas as peças também continuam sendo muito procuradas por seu conforto e design elegante. É o exemplo das poltronas Bergère, são peças muito cobiçadas em sua forma original que se destaca dos demais mobiliários clássicos.

Estilo Luís XV: mobiliário funcional

Quer saber que tipo de móveis elegantes vai exaltar melhor a sua decoração? E, por que não ter um cômodo repleto de antiguidades e rococós que mais parece uma pequena obra-prima? Saiba que cada estilo de mobiliário antigo corresponde a uma determinada época. Cada época propôs particularidades artísticas que hoje permitem reconhecer o estilo de uma peça de mobiliário.

Os símbolos e ornamentos encontrados em cada móvel contam uma história, assim como os materiais, cores e formas. Para te ajudar nessa escolha de mobiliários exuberantes, nada mais representativo que o design de um clássico como o estilo Luís XV.

Decoração Estilo Luís XV

Quer você seja fã do ornamentado Luís XIV ou ame as linhas simples e refinadas de Luís XVI, a mobília com sotaque francês continua tão em moda hoje quanto no reinado dos “reis da mobília” – Luís XIV, XV e XVI. Rompendo com o estilo antigo ou clássico, o período Luís XV inventou um repertório ornamental totalmente inovador e original, o estilo Rococó. Baseia-se em linhas muito curvas e sinuosas, sendo a assimetria o princípio orientador deste período. Na decoração de interiores, cores, espelhos, enormes tetos brancos decorados com uma rosácea central eram popularmente usados.

De alguma forma, essas peças da nobreza se encaixam perfeitamente com nossos móveis contemporâneos de hoje. Na verdade, a personalidade das peças “estilo Luís XV” torna seu cômodo um lugar emocionante para se estar.

Técnicas decorativas Luís XV

Toda a gama de riqueza em técnicas decorativas é representada neste período – escultura soberba, ornamentação em todos os tipos de metal, trabalho entalhado em madeira, madrepérola e marfim, e também laqueada.

Os móveis Luís XV combinam utilidade com elegância, as características principais sempre foram preservadas mesmo depois de séculos e passando por evolução de materiais e designs. As poltronas Luís XV continuam com suas pernas curvas, ornamentos florais e assentos e encostos confortavelmente acolchoados.

Além da natureza e do padrão real, os adornos entalhados tiveram grande participação nos motivos, com animais e paisagens exóticas adornando toda a decoração. Em seus extremos, o modo rococó tornou-se deliberadamente assimétrico, embora sempre planejando manter um equilíbrio harmonioso dentro do esquema mais amplo de decoração. Era moda cada casa ter pelo menos dois conjuntos completos de móveis, para o verão e o inverno.

As madeiras mais utilizadas na época são carvalho, nogueira, faia polida, natural, lacada ou pintada em cores suaves, madeira de amaranto e madeira violeta. Madeiras raras, como tulipas, limoeiros, violetas e madeiras reais foram usadas para efeitos suntuosos, e mármores ricamente esculpidos e coloridos também foram importados.

 

Forma e função dos móveis Luís XV

Em geral, os tipos de móveis Luís XV eram designados por sua forma e função. Ainda hoje esses históricos móveis clássicos não perderam a natureza de seu design. É essencial que essas peças icônicas transmitam a essência, a elegância e o requinte dos móveis das sociedades dos séculos passados, e claro adaptado ao período funcional e sustentável dos dias atuais.

O modelo de escrivaninha Luís XV que consiste em um dispositivo de rolamento para fechar a aba e ocultar vários compartimentos é chamada de secretária. A secretária, por sua vez é usada para correspondência e armazenamento secreto de cartas. Já uma escrivaninha comum possui apenas gavetas para armazenar papelarias e alguns itens de escritório. Além das funções especiais da secretária, ela também pode ser usada como uma escrivaninha ou até mesmo uma penteadeira, pois contem compartimentos versáteis. Até mesmo uma simples mesa, tinha a mesma forma de combinação para escrever, porém suas diferenças entre a típica escrivaninha rococó francesa do século XVIII são as gavetas encaixadas e o tampo forrado de couro natural.

 

Como conseguir os móveis Luís XV?

Quer saber onde encontrar essas escrivaninhas e outros móveis estilo Luís XV? Acesse o site do Atelier Clássico, lá tem móveis de luxo com fabricação própria. Há vários modelos de escrivaninhas com gavetas… e o tampo de couro natural pode ter a cor customizada para combinar com a sua decoração. Confira no site todos os móveis de luxo do Atelier Clássico!

Saiba como Reconhecer os Móveis Estilo Luís XV

Por quase dois séculos, a Casa de Bourbon governou as cortes da França e seus mundos da moda e decoração, principalmente com os móveis estilo Luís XV. Os “Quatro Reis”, Luís XIII, XIV, XV e XVI, tiveram uma grande influência nas artes e no design, não apenas em território francês, mas em toda a Europa. Cada rei Luís tinha seu próprio estilo de mobiliário e artes decorativas que definiu seu tempo e deixou sua marca no resto do mundo. Esses quatro reis famosos introduziram a sociedade francesa à música, arte, moda e móveis – em grande estilo.

Após o reinado de Luís XVI e a Revolução Francesa de 1789, o mobiliário francês perdeu a sua posição de domínio, tornando o início do século XIX o último grande período da fabricação de móveis franceses. Porém, esse tipo de mobiliário, imponente feito de materiais nobres e de muitos ornamentos passou de geração em geração, até os dias de hoje, e ainda causa muita influência no design mundial. O mais conhecido e usado em design de interiores são os móveis estilo Luís XV. Quer saber como identificar esses mobiliário? Preparamos algumas dicas para você reconhecer essas peças suntuosas.

 

Como são os móveis de estilo Luís XV?

Seguindo em uma viagem no tempo, já vimos que houve vários períodos de móveis franceses e consequentemente, que cada um tinha suas próprias características. Desta maneira poderemos identificar o estilo que foi glorificado no reinado de Luís XV.

O estilo Luís XV é o símbolo do mobiliário francês no seu melhor. O período é considerado por muitos como a Idade de Ouro do mobiliário francês, um período de grande criatividade. O conforto estava na moda no século XVIII e o estilo Luís XV foi projetado para a comodidade e a glorificação de mulheres bonitas.

Para marcar o mobiliário Luís XV, geralmente falamos de estilo rococó ou antiquado, de inspiração barroca que privilegia as curvas, os padrões desenfreados e assimétricos. O estilo é entre 1730 e 1750-60, que foi marcado durante o reinado do rei Luís XV (1723 a 1774).

 

Como são feitos móveis estilo Luís XV?

Os artesões desse período fabricaram móveis leves, elegantes e confortáveis ​​de grande valor.  Geralmente os móveis estilo Luís XV são reconhecidos por sua madeira nobre, mas também por sua ornamentação. Com efeito, a assimetria das decorações, ricas em inspiração do estilo Regência, mas também o rococó exuberante, marcou este estilo.

Os principais motivos decorativos que encontramos nos entalhes das peças de madeira são: concha, folha de acanto, folhagem entrelaçada, pássaros, buquês, frutas e atributos românicos. Bronzes e cobre são usados ​​em detalhes, pontas de pés, ângulos e topos.

Cadeira com Braços Luís XV

Móveis populares no reinado de Luís XV

Os móveis mais comuns da época eram: a cômoda, suas decorações em bronze e marchetaria; o armário de canto geralmente combina com um balcão central, a poltrona e a cadeira de assento confortável e leve, o buffet e o aparador, a secretária cuja parte superior se movimenta para formar uma escrivaninha, a própria escrivaninha, a cama, o console, a mesa e a também a base para mesa.

Assentos estofados Luís XV e suas belas curvas elegantes

As poltronas de estilo Luís XV não são simplesmente assentos. São peças de mobília antigas ricamente decoradas, feitas com tecidos de qualidade em várias cores. Além das curvas, o assento, o encosto, o estofamento, são equipados com apoios de braços para maior conforto. Os assentos elegantes permitiam na época que as senhoras da corte se sentassem enquanto exibiam seus vestidos.

Conhecidas por sua base curva, as poltronas de estilo Luís XV têm encosto arqueado, as pontas dos pés são curvilíneas. Os apoios de braços são voltados para trás para permitir que as senhoras se sentem confortavelmente, apesar de seu grande assento. Os ornamentos são feitos de escultura de folhagem e flores para sinalizar o estilo barroco da época.

cadeira da rainha ou assento estofado é caracterizado por um encosto plano. De formato envolvente, pois o encosto e os apoios de braços unem-se ao assento. A namoradeira é uma grande peça de mobiliário Luís XV que pode acomodar duas pessoas. Os sofás Luís XV são, na verdade, uma justaposição de três ou quatro poltronas com encosto contínuo e braços abertos.

 

Onde comprar assentos Luís XV?

Realmente os assentos estofados são caracterizados pelo seu design repleto de charme que envolve toda a peça. Se você é amante desse tipo de decoração saiba que este mobiliário pode ser comprado em lojas especializadas e de fabricação própria. Encontre no site do Atelier Clássico vários modelos de assentos do estilo Luís XV e mais, com a opção de personalização do acabamento – escolha a pintura e o tecido para harmonizar com sua decoração!

Namoradeira estilo Luís XV
Namoradeira Provençal – Móveis Estilo Luís XV

Estilos Clássicos: Luís XV e Provençal

Gosta do design de interior com o primor do estilo Clássico? Móveis que influenciam uma imagem imponente do passado dentro do contemporâneo que se vive hoje. Mobiliários que tem uma história inspiradora e influenciou a cada geração desde o século XVIII até chegar com toda pompa a nossa época.

Adotar o estilo Luís XV ou até mesmo o Provençal não são necessariamente sinônimo de um interior impecável, preso ao passado. Você pode muito bem combiná-los com outros estilos e, assim, criar uma atmosfera única.

Você é livre para misturar as curvas de uma poltrona Luís XV com elementos contemporâneos. A dica de hoje será integrar o estilo Luís XV a outro tipo de móveis clássicos como o atraente estilo Provençal. E, é com esses dois estilos, de design ornamental e acabamentos totalmente diferentes que vamos embarcar em uma decoração tão majestosa quanto romântica.

 

Luís XV e Provençal: pontos em comum

Tantos os móveis Luís XV como os Provençais são associados ao gênero feminino: caracterizado pela leveza, charme, elegância e aconchego. O material usado em ambos os estilos é a madeira nobre, o design dos móveis Luís XV são evidenciados por suas linhas curvas e seus ornamentos, o chamado rococó – os desenhos esculpidos nas peças de madeira. Do mesmo modo, o estilo Provençal possui em suas peças curvas e ornamentos esculpidos na própria madeira.

Apesar de terem acabamentos diferentes, podem ter algumas afinidades, por exemplo, ao invés de um acabamento amadeirado com marchetarias você pode ter cadeiras Luís XV com a pintura em estilo Provençal – rústico chique. Isso é possível devido ao processo de fabricação artesanal dessas peças. Com o passar do tempo esses mobiliários antigos foram repaginados sem perder a essência natural do estilo. Os fabricantes usam uma técnica especial de “envelhecimento artificial” produzindo móveis com imitações de arranhões ou lascas para proporcionar o aspecto Provençal a peça. O design original do estilo Luís XV continua majestoso mesmo com um toque rústico chique da pintura Provençal.

Os atributos das mesas provençais podem estar simplesmente no acabamento rústico chique da pintura, assim como uma mesa Luís XV tem o seu estilo marcado pelos pés curvilíneos e se preferir, pode ter algum detalhe em marchetaria.

Embora, a característica principal entre esses dois estilos sejam os rococós esculpidos na madeira, existem modelos de cadeiras e mesas que não possuem uma quantidade exagerada de ornamentos. Algumas inclusive são lisas e tem como característica do estilo o design e a pintura específica. Isso não faz com que percam sua essência e sim ganhem mais personalidade e se encaixem muito bem com outros estilos de decoração.

 

Mobiliários em evolução

O estilo Luís XV evoluiu para uma certa moderação nas formas e especialmente para uma simplificação real dos rococós tradicionais. Livre dos adornos exagerados e da fama que o caracterizou, o estilo Luís XV segue com curvas mais preenchidas e harmoniosas. Em alguns móveis são adicionados elementos nobres como: a marchetaria mais decorativa, pintura em madeira nobre, detalhes com adornos ainda compõe o design original do estilo Luís XV.

Para o provençal, podemos definir que seu estilo embora seja “rústico”, seu design tem uma certa sensualidade, onde a sofisticação e a elegância lhe são favoráveis. Móveis de madeira maciça podem ser “mais fáceis” de combinar com estilos diferentes. E as técnicas de pintura desse estilo podem ser aplicadas em peças de madeira maciça de outros estilos clássicos. Além da pintura, você pode introduzir o gênero provençal no seu móvel escolhendo uma estampa floral para o tecido da sua peça.

 

Mobiliários clássicos e inspiradores

Hoje, quando falamos de móveis clássicos, falamos de um estilo de decoração inspirado no classicismo: clássico chique, neoclássico, clássico moderno, provençal, Luís XV… São tantos os nomes aplicados a este estilo chique e elegante.

As cores clássicas são sóbrias e suaves em tons de cinza, bege, marfim, creme, linho, marrom, caqui…, mas nada impede que você brinque com contrastes e cores muito vivas. Os objetos que remetem ao clássico desses estilos são refinados com ornamentos e detalhes preciosos com materiais delicados como a porcelana e o cristal.

Muito convenientes dentro do estilo clássico estão os: abajures, esculturas e bustos, castiçais, relógios de chão ou parede, bombonieres, pratos decorativos sem esquecer os tapetes.

Seu mobiliário clássico precisa ter um estilo leve. Deixe as linhas curvas e a fantasia brilharem na decoração. Unir dois estilos tão majestosos parece ser uma opção sedutora. Você pode escolher móveis com detalhes de marchetarias Luís XV e dar um acabamento rústico com a pintura Provençal. Vale contar com o seu bom gosto em estilo clássico para se inspirar e dar um toque pessoal e exclusivo na sua decoração!

Mesa de Jantar Aurora Luís XV