Estilo Luís XV e a Famosa Poltrona Bergère

O estilo Luís XV marca uma divisão nítida com todos os estilos do passado, no que diz respeito ao mobiliário, que se transforma em arte, e à decoração. É um estilo original, que não se inspira na antiguidade, mas procura novas formas, dando seguimento à pomposa representação não convencional do Rococó.

Um modo de vida apurado, a fascinação pelo excêntrico e pelo singular foram destacados com a ascensão ao trono de Luís XV. Amante da arte e da arquitetura, assim como a sensualidade, tanto que sua esposa Maria Leszczyńska, bem como a sua famosa amante – a refinada marquesa de Pompadour – desempenharam um papel importante em ditar o gosto estético dos mobiliários da época.

 

Os Aposentos do Palácio de Versalhes

Mesmo antes de ser coroado, Luís XV transferiu a corte de volta para Versalhes, onde restabeleceu todos os cerimoniais e etiqueta que vigoravam na época de seu bisavô, o Rei Sol. Luís XV renovou o Petit Appartement du Roi, uma coleção de quartos para uso pessoal, localizados no primeiro andar do palácio, na parte mais antiga do palácio que continuam a ser o melhor exemplo do estilo da época.

Outro espaço exemplar do estilo Luís XV é representado pelos aposentos da Marquesa de Pompadour, localizados no sótão acima dos aposentos oficiais do rei. O quarto, projetado pelo arquiteto do rei é intimista e aconchegante.

 

Características do Estilo Luís XV

As características do estilo Luís XV encontram-se nas referências decorativas do Rococó. Tendo se tornado tendência durante o período da Regência, o Rococó triunfa durante o reinado de Luís XV, especialmente nos anos de 1723 a 1760, onde teve início um período de “transição” para o estilo Luís XVI. A decoração entra em associação com os elementos estruturais, as artes fundem-se em uma só harmonia, flexível e sensual. A influência da China e a Índia apresenta o bom gosto por decorações orientais e exóticas.

Os carpinteiros e marceneiros são cada vez mais procurados e começaram a assinar as suas obras, colocando uma marca referência, com a condição de artistas. Os móveis eram feitos de carvalho maciço ou faia e decorados com diversas técnicas.

 

A Famosa Poltrona Bergère

A poltrona Berger era uma peça da moda que integrava as decorações no estilo Luís XV. Bergère, que significa cadeira de pastor, é uma poltrona totalmente estofada com lados fechados, projetada para um descanso confortável. Em uma cadeira do tipo Bergère, geralmente há detalhes acolchoados nos apoios de braço. O assento contém uma almofada solta, o encosto pode ter acabamento com costura capitonê para uma decoração mais luxuosa.  O design é mais profundo e amplo do que o de uma poltrona tradicional.

A estrutura da poltrona Bergère era feita de madeiras locais, como faia, carvalho ou outras árvores frutíferas, eram usadas para armações da peça. Por causa de seu custo, as armações de mogno eram raras.

As poltronas Bergère pode ser usada para longos períodos de descanso. O design envolvente oferece conforto e relaxamento, além de criar um ambiente sofisticado e acolhedor. E ainda, para obter maior comodidade, a combinação da poltrona com um puff clássico é perfeita!

Poltrona Bergère Capitonê e Puff Clássico Luís XV

 

Estilo Luís XV Hoje

A delicadeza e a graça do estilo Luís XV lhe garantiram uma duração que nem se compara a outros estilos antigos. Os artesãos e designers de todos os séculos se inspiraram neste estilo, desde o princípio. Luís XV continua a ser um estilo essencial de muitos estilos de design de interiores.

Os móveis Luís XV são famosos e imensamente versáteis, mesmo na atualidade. Não só isso, mas as peças também continuam sendo muito procuradas por seu conforto e design elegante. É o exemplo das poltronas Bergère, são peças muito cobiçadas em sua forma original que se destaca dos demais mobiliários clássicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.